Follow by Email

sexta-feira, 1 de julho de 2011

CONFIDÊNCIAS DE AMOR EM TRÊS CAPÍTULOS - TOMO II



B  A  R  A  L  H O







          Nós jogamos tantas partidas, passamos tantas horas jogando cartas, talvez a sedução das cartas, das partidas. Quem sabe a figura graciosa do precioso Jockey; Rei e Rainha. Tantas anotações em inúmeras contas que colocávamos lado a lado nas colunas com nossas iniciais. No jogo da vida eu te ganhei, foste minha como a elegante rainha e te perdí meu amor. Quantas vezes te ví nua como uma natural corredeira d'água, uma cachoeira...Galopei por teu corpo como um solitário cavaleiro em busca do teu prazer, te amei, te traí. Fui louco ao te deixar tão só... Teus cabelos me fizeram encanto de morena flor da terra, fui profundamente dentro de ti. Sentí  tua felicidade todas as vezes que nos encontramos, eu ainda guardo tuas lembranças no coração. Quanta gratidão saber que estás na face da terra. Não te vejo mas sinto profundamente teu amor impresso como a graciosidade das cartas, das partidas. Mas tua partida da minha posse foi como um tiro no peito, doeu muito. Você se foi para o mundo mas nossas lembranças são irretocáveis. Fomos casal de beleza, despertamos decerto muitos olhares, imprimimos na face da terra nossa força de amor. Mas sinto saudades tranquilas, saudades de amor, te quero sempre. Porisso somos livres na face do mundo, somos amor de verdade minha amável rainha... galopar sobre ti... te aprisionar p'ra quê? Se já sou  teu prisioneiro de amor, se meu coração pulsa ao te ver livre, se te amo como um cativo, como um homem que criou a prisão sem grades, sem paredes, sem torturas. Criei a prisão do amor. E o amor não admite adjetivos para a liberdade. O amor pressupõe a liberdade. Eu sou teu escravo, sou teu prisioneiro, sou tua carta marcada, sou teu vencedor e vencido, eu sou teu amor esteja onde quer que seja.


Recife, dezembro de 2007     WALKER LIMA













T  R  Á  G  I  C  O       A  M  O  R

          A primeira imagem sua foi de morena de cabelos longos, de pureza  de virgem estampada na face, tão linda, tão bela. Eu vi a jovem mulher, eu vi a beleza da Criação, estampada no teu rosto, vi sobretudo o teu sorriso emanando  pureza de jovem de dezenove anos, vinda do seio desta terra, cabloca, inteligente de uma meiguice contagiante, a própria virgem moreninha cheia de secura de amor. O destino nos reservou a intimidade, a alcova e a confusa realidade que Tolstoy revelou à respeito da alcova e suas implicâncias. A verdade foi que recebí o presente divino de desfrutar sua intimidade. Não fui propriamente um príncipe encantado, nem tão pouco um cavalheiro. Eu fui prazeroso, fui deleitoso, fui religioso ao quebrar suas virtudes virginais. Fui no Templo das Virgens dentro de ti, fomos dramáticos como Tolstoy cantou. Ultrapassamos limites ao quebrar a própria cama de solteira da tua única irmã.  Realmente Lev Tolstoy eu concordo contigo: A Maior tragédia da humanidade está na alcova. Fui trágico. Eu ainda te amo meu amor fruto da nossa terra. Você me devirginou... Trágico amor...


Recife, dezembro de 2007     WALKER LIMA













A     C A S A     I N A C A B A D A






          Você é sempre uma casa infinda; incompleta; interminável e infinita. Passei muito tempo para compreender o significado de algo inacabado no amor, você é assim. Você representa a ruptura do quase amor, ou melhor: do amor incompleto. Aconteceu entre nós uma quebra promovida por uma força superior, quando nos conhecemos tudo foi sendo construído passo a passo e dia a dia. Fomos várias transformações, chegamos mesmo à simbiose. Assim como o curso natural da própria vida, como o inevitável acontecimento de quem faz infundir o vinho na taça, equivale dizer, não há como retroceder o vinho vertido. Como dizer que o amor foi completo se não te possuo mais ?!? Como fazer parar de derramar o vinho se não posso mais correr as curvas do teu corpo... Teu jeito de fazer amor...A maneira simples de amar e sua invejável estabilidade emocional. Quando te conhecí foi uma noite pernambucana, completa. Seu jeito de me encantar foi perfeito, fiquei apaixonado pelo modo decisivo como você costuma agir. Você foi a pessoa que mais tempo me relacionei amorosamente na vida. Tenho na mente: Muitos passeios juntos; muitos papos; muitas músicas tocadas ao vivo. Passar pelo Recife Antigo e tomarmos uma boa cerveja. Comer bem. Dormir bem. Nosso bar e restaurante em pleno carnaval "Olinda 1ª Capital Brasileira da Cultura" - Quem viu, viu! Tentei por fim à casa inacabada... Agora estou sentindo a eternidade da tua perda, amor.


Recife, agosto de 2008
WALKER LIMA








Nenhum comentário:

Postar um comentário