Follow by Email

domingo, 29 de maio de 2011

VERSOS DE MAIO - OS PÁSSAROS AINDA CANTAM

Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta.
Ernest Hemingway


          Os pássaros só cantam quando ouvem os homens cantando, à semelhança  das plantas que só crescem quando veem outras plantas, significa dizer que se colocarmos um vegetal isolado, ele morrerá, mesmo que esteja em solo fértil e com as condições climáticas propícias. Uma planta precisa mirar outra planta para se desenvolver.
          Diz um antigo ditado: ser sábio é viver distante dos problemas do Mundo.
A liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo.
Fernando Pessoa
          Mas ninguém quer saber de nada,  falando a grosso modo, ora se para  viajar de avião bastam algumas providências e pronto!  Em poucos instantes se está a bordo de uma aeronave, literalmente voando. Não é preciso pensar e repensar que o Homem copiou a ideia de voar dos pássaros. Praticamente quase ninguém quer saber porque os pássaros voam, é muito mais fácil simplificar tudo e simplesmente dizer: É natural!!! Se alarga mais ainda nossa distância dos pássaros na medida em que as cidades vão crescendo, e esse crescimento tem sido avassalador, como é sabido e consabido;  a maioria esmagadora das pessoas - pasmem, não tem absolutamente condições para ficar "perdendo tempo com bobagens porque tempo é dinheiro". Me diga só: Quem vai ficar pensando em passarinhos?!?  Quem vai ficar pensando na vida dos pássaros? A três por quatro as pessoas irão retrucar de imediato: "Vou tomar conta da minha vida! Isto sim, é o que devo fazer!" Quem quer saber desse papo tão chato?!? Saber sobre a fragilidade da reprodução dos passeriformes? Que eles tem quatro dedos, sendo três para frente e um para trás? Saber o que são as nove ou dez remiges primárias e as doze rectrizes que formam suas asas? Para "nós"  no geral:  tudo que tiver penas são pássaros, e acabou.


Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória.
José Saramago

  Nas rodovias brasileiras: especialmente na Região Nordeste é muito comum se encontrar à venda nos acostamentos,  espetinhos de passarinhos, tem lugares que você compra nas margens das estradas, por exatos R$ 2.00(dois reais) um espetinho contendo dez "arribaçãs" já assadinhas.  Avoantes, como costumam chamar os ex-matutos. Por que ex? Não existe mais matuto, tem gente que se faz de matuto, do mesmo modo que se faz de besta p'ra comer o cú do coveiro, perdão mas  isso é outra história, pois aqui a conversa também é outra;  queremos falar dos pássaros. Comer sim, pensam os simplórios. Para quem vende,  o objetivo também é o mesmo "forrar a barriga". Afora esse imediatismo de pouco caso, a maioria da população ainda acredita que pássaro foi feito para se comer rapidinho como tira-gosto, ou para se viver  "cantando" preso em gaiolas. Muito embora hajam dispositivos legais que proíbam essas práticas. Em suma: a extinção veloz da nossa fauna continua, sem falarmos da bio-pirataria(fazendo um parêntesis,  esta semana foi fragrado pela Polícia Federal em um aeroporto brasileiro, um traficante com vários ovos escondidos na cintura de diversos pássaros, ele iria embarcar para a Europa). De verdadeiros "monstros" que fazem "rinha"(briga de pássaros) para fazerem apostas. E muitas outras atrocidades que,  no fundo no fundo, no aspecto da maldade humana, em nada se diferencia do feito intitulado o Holocausto.


Mau Despertar

Saio do sono como
de uma batalha
travada em
lugar algum

Não sei na madrugada
se estou ferido
se o corpo
tenho
riscado
de hematomas

Zonzo lavo
na pia
os olhos donde
ainda escorre
uns restos de treva.
Ferreira Gullar



            Quando eu era criança ficava folheando as revistas : "Manchete" ,  "O Cruzeiro"   e "Fatos & Fotos" era comum  ver naquela década de 60, a quantidade de pessoas que iam de todas as partes do mundo com destino à África ,  vestidas no estilo Safári  e ficavam pousando ao lado de :  Elefantes, Leões, Tigres e todo gênero de animais  abatidos com rifles de grosso calibre equipados com luneta telescópica , sempre acompanhadas de um "esquife" de caçadores africanos especializados.  Ainda naquela época  o fino da bossa para as mulheres era usar um casaco de Vison, ou de outras peles de animais. Homens usavam sapatos e pastas de Executivos confeccionados com couro de Jacarés. As Touradas na Espanha são atrações turísticas até hoje, alí na arena se faz aquele "espetáculo de mal gosto" que a plateia assiste aos gritos de "olé! olé!"  vendo os animais serem sacrificados utilizando-se em graduação os intrumentos perfuro-cortantes até chegar-se à espada conduzida sob o manto vermelho do toureiro.  Aqui no Brasil não havia Rodeios, mas copiamos a prática norte-americana, quem conhece sabe que é a amarração com força dos testículos do boi  é que faz ele dar puladas, e ainda os choques elétricos com sofisticados instrumentos manuais enquanto o "bicho" está preso dentro de uma  de uma estrutura fechada de ferro. Também não se enganem ; o que  faz o boi disparar ao ser aberto o portão que o prende nas tão conhecidas por nós Vaquejadas, são os choques elétricos que  lhes são dados por um instrumento manual que lembra um cassetete, sem falar nas derrubadas pelas puxadas pelo rabo que em muitas vezes deixam-no inválidos,  sob os aplausos e gritos "valeu o boi !!!". 




Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.
Simone de Beauvoir
         

          Feiras de Passarinhos praticamente existiam uma em cada bairro, em todas cidades do país, vendia-se passarinhos e outras espécies silvestres  em larga escala "a troco de banana". aliás , existiam?!? A Pesca da Baleia também era um atrativo turístico em Cabedelo-PB. que resumia-se em ver a chegada das baleias  rebocadas, ainda com vida,  pelos barcos pesqueiros japoneses(autorizados à época, a pescarem em águas brasileiras por nossas autoridades)  e diante de uma arquibancada onde os turistas pagavam para sentarem alí para  assistirem o "corte". A   Farra do Boi em Santa Catarina, ainda hoje prossegue apesar de toda repercussão negativa.

A velha mão
segue traçando versos
para o esquecimento.
Jorge Luis Borges
         

          Na Amazônia quase não restou um peixe-boi devido à transformação em centenas de milhares de pequenas latas de banha que eram vendidas  nas feiras  livres como  sendo "miraculosas" para cura de inúmeras doenças. As brigas de galo, também havia  nos subúrbios inúmeras rinhas para apostas a dinheiro, havia?  Nos carvavais de outrora, todas as plumagens para as fantasias eram reais, aves como os pavãoes e tantas outras eram depenadas anualmente, muito tempo depois foi proibido uso, permitindo-se apenas penas artificiais. No Nordeste brasileiro quase foi extinta a espécie dos Muares: Jegues, Jericos, Jumentos,  pois um grande frigorífico localizado em Pernambuco, abateu centenas de milhares desses animais para vender a "charque" o que não é e nem era permitido por lei. Enfim, se formos falar de outras práticas...


O amor atrai amor.
Herman Hesse



Eu sou um pássaro
Me trancam na gaiola
E esperam que eu cante como antes
Renato Russo



          


Eu adoraria pintar como o pássaro canta.
Cllaude monet
          


            Prosseguir com o relato do massacre praticado pela Humanidade contra os animais, no mundo inteiro, é assunto quase interminável, e não é este nosso propósito aqui. Falo do canto dos pássaros, falo do choro dos peixes, falo da insônia dos animais. Faço apologia aos homens, aliás com letra maiúscula; Homens. Sim, Homens que doaram suas vidas em favor de uma CONSCIÊNCIA, em favor de uma EDUCAÇÃO, enfim Homens que lutaram por um mundo com FUTURO.  Homens que tiveram a CORAGEM de lutarem em favor dos animais.




Como me sinto? Como se colocassem dois olhos sobre uma mesa e dissessem a mim , a mim que sou cego : isso é aquilo que vê , essa é a matéria que vê . Toco os dois olhos sobre a mesa , lisos , tépidos ainda , arrancaram há pouco, gelatinosos , mas não vejo o ver . É assim o que sinto tentando materializar na narrativa a convulsão do meu espírito , e desbocado e cruel , manchado de tintas , essas pardas escuras do não saber dizer , tento amputado conhecer o passo , cego conhecer a luz , ausente de braços tento te abraçar.
Hilda Hilst





          Quando qualquer ser humano maltrata  qualquer animal  ele está  ferindo, em primeiro lugar: O Criador. E imdiatamente a sí próprio. Do mesmo modo quando se dá o derespeito pelos DIREITOS HUMANOS todos, sem exceção pagam por isso.  Os pássaros ainda cantam e ainda há tempo para escutarmos seu canto, não se enganem: eles são incomparavelmente mais evoluídos do que nós.




Amigos, peçam alegria a Deus. Sejam alegres como as crianças e como os pássaros no céu.
Fiódor Dostoiévski

Escutai, pois! Se as estrelas se acendem é porque alguém precisa delas. É porque, em verdade, é indispensável que sobre todos os tetos, cada noite, uma única estrela, pelo menos, se alumie.
Wladimir Maiakowski

Nenhum comentário:

Postar um comentário